QUESTÕES RELATIVAS À PRESENÇA DO H MUDO NO COMEÇO DE PALAVRAS NA LÍNGUA PORTUGUESA

  • Carlos Vinícius Silva UFLA
  • Gisela Márcia Miarelli Pardini UFLA

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo discutir algumas questões relativas à presença do h no sistema ortográfico da língua portuguesa, dando ênfase ao modo como o grafema se apresenta como caractere mudo em começo de palavra. Para isso, procurou-se iniciar a discussão por uma breve cronologia da letra no português, partindo da origem do idioma, por volta do século XII, e passando por alguns de seus principais momentos até a atualidade. Logo após, foram apresentadas as oito formas em que o grafema aparece no português, e, em seguida, a exposição é direcionada ao h mudo em início de palavra. Após as exposições, foram levantadas reflexões sobre a utilidade e a necessidade da utilização do h na forma destacada neste texto, relevando seus motivos de existir, de caráter etimológico. Finalizando este texto, foram feitos dois estudos de palavras iniciadas em h e foram destacados argumentos defendendo um posicionamento sobre o assunto discutido.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Aluno do sexto período do curso de Letras da Universidade Federal de Lavras (UFLA)

##submission.authorWithAffiliation##

Aluna do sexto período do curso de Letras da Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Referências

ASSIS, Maria Cristina de. História da língua portuguesa. Editora Universitária/UFPB, 2011. Disponível em: .Acesso em: 18 jun. 2018.

BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. 37. Ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

CRISTÓFARO SILVA, Thaïs. Fonética e Fonologia do Português: roteiro de estudos e guia de exercícios. 10. Ed. São Paulo: Contexto, 2015.

HOUAISS, Antônio; VILLAR, Mauro; FRANCO, Francisco Manoel de Mello. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. 1. ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

SPERANÇA-CRISCUOLO, AC. Breve histórico dos estudos linguísticos e sua influência no ensino da língua. In: Funcionalismo e cognitivismo na sintaxe do português: uma proposta de descrição e análise de orações subordinadas substantivas para o ensino[online]. São Paulo: Editora UNESP, 2014, pp. 17-27. Disponível em: . Acesso em: 23 jun. 2018.

MATEUS, Maria Helena Mira.“Sobre a Natureza Fonológica da Ortografia Portuguesa (À propos de La Nature Phonologique de l’OrthographePortugaise)”. Estudos da Língua(gem), [S.l.], v. 3, n. 1, p. 159, Jun. 2006. Disponível em: . Acesso em: 25 Jun. 2018.

MICHAELIS. Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2018.

PRIBERAM. Dicionário de Língua Portuguesa. Disponível em: . Acesso em: 17 jul. 2018.
Publicado
2018-10-14
Como Citar
SILVA, Carlos Vinícius; MIARELLI PARDINI, Gisela Márcia. QUESTÕES RELATIVAS À PRESENÇA DO H MUDO NO COMEÇO DE PALAVRAS NA LÍNGUA PORTUGUESA. Multidebates, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 479-490, out. 2018. ISSN 2594-4568. Disponível em: <http://www.faculdadeitop.edu.br/revista/index.php/revista/article/view/102>. Acesso em: 17 nov. 2018.
Seção
Artigos