CAMINHOS E DESCAMINHOS DAS PALAVRAS DO TUTOR NA EAD

  • Rita de Cássia Lopes Toledo
  • Kyldes Batista Vicente Faculdade ITOP, Unitins

Resumo

Este trabalho trata dos caminhos abertos pelas novas tecnologias em educação e os descaminhos que se abrem frente às grandes dificuldades de fomentar, no país, a educação a distância. Para tal, será utilizada como abordagem teórica os conceitos de linguagem dialógica e a linguagem como processo de interação (Bakhtin), a ideia de repertório (Paulo Freire) e de aluno virtual (Pierre Lévy). O objetivo é construir, a partir dessas noções, uma reflexão acerca do papel do tutor na EaD, considerando-o numa perspectiva que envolve o processo de virtualização, segundo o compreende Pierre Lévy. Freire ainda nos oferece a perspectiva da importância do diálogo como um eixo para pensar sobre o papel da educação na construção de uma sociedade mais democrática. Apresentar-se-á, portanto, um levantamento dos caminhos e descaminhos da EaD, a partir do olhar do tutor de Letras, para que se possa tecer argumentos e fazer apontamentos sobre as perspectivas de melhoria, estímulo e expansão da nova forma de educação que a modernidade nos proporcionou.

Referências

ALMEIDA, Carlos Henrique Lopes de.; VICENTE, Kyldes. Batista; SILVA, Silvana Lovera. Dialogismo e Intertextualidade em "As Naus". Revista Trama (Cascavel. Impresso), v. 7, p. 39-47, 2011.

BAKHTIN, Mikhail (Volochinov). Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo, Hucitec, 1978.

BARROS, Diana Luz Pessoa de. A comunicação humana. In: FIORIN, J.L. Introdução à linguística. 4.ed. São Paulo: Contexto, 2005.

__________________. Contribuições de Bakhtin às teorias do discurso. In: BRAIT, Beth (org.). Bakhtin, dialogismo e construção do sentido. B179 ¬ 2a ed. rev. ¬ Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2005b, 368 p. 25-36

ECO, U. Lector in Fabula. São Paulo: Perspectiva, 1986.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: Saberes Necessários à Prática Educativa. 35. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.
____________. Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1987.

GERALDI, João Wanderley. A leitura na sala de aula: as muitas faces de um leitor. Disponível em http://www.crmariocovas.sp.gov.br/pdf/ideias_05_p079-084_c.pdf, acesso em 23 dez. 2008.

LÉVY, Pierre. O Que é o Virtual. São Paulo: Editora 34, 1997.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de; ARAÚJO, Monica Dias; CAETANO, Vivianne Nunes da Silva. Epistemologia e Educação: reflexões sobre temas educacionais. Belém: PPGED-UEPA, 2012.

SILVA, Eli Pereira; VICENTE, Kyldes Batista; AIRES, Maria Lourdes F. G. A linguagem de inserção no material impresso para educação a distância. Travessias (UNIOESTE. Online), v. 6, p. 476-484, 2012.

WENGER, Etienne. Communities of practice a brief introduction. June, 2006. Disponível em: http://www.ewenger.com /theory/index.htm
Publicado
2018-10-14
Como Citar
TOLEDO, Rita de Cássia Lopes; VICENTE, Kyldes Batista. CAMINHOS E DESCAMINHOS DAS PALAVRAS DO TUTOR NA EAD. Multidebates, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 333-341, out. 2018. ISSN 2594-4568. Disponível em: <http://www.faculdadeitop.edu.br/revista/index.php/revista/article/view/122>. Acesso em: 17 nov. 2018.
Seção
Artigos